Roteiro de um dia em Buenos Aires

Não queremos dizer que a capital da Argentina caiba em apenas um dia, mas para quem passa apressado pela intensa e mutante Buenos Aires, esse roteiro ajuda viajantes que estão de passagem ou em conexão para outros destinos do país.

Puerto Madero, um dos bairros mais modernos de Buenos Aires; é também o centro gastronômico da cidade
Para uma breve ideia de como é a cidade, percorra este roteiro por San Telmo, Puerto Madero, La Boca e Recoleta para descobrir, no final, que Buenos Aires foi feita para ser revista tantas outras vezes.

Roteiro:

8h
O dia vai ser intenso e começa cedo, aos pés de um dos mais famosos símbolos de Buenos Aires.

Erguido em 1936 em homenagem à primeira fundação da cidade, no cruzamento das avenidas 9 de Julio e Corrientes, o Obelisco é o ponto de partida nesta visita relâmpago.

Dali, siga para o leste pela avenida Presidente Roque Sáenz Peña, conhecida também como Diagonal Norte, em direção à Plaza de Mayo, palco dos capítulos políticos mais importantes da história da Argentina.

A poucos passos é possível visitar a Catedral Metropolitana, considerada a primeira da cidade; o Cabildo, que funcionou como sede da administração colonial a partir de 1580; e a emblemática Casa de Gobierno (“Casa Rosada” para os mais íntimos), o edifício presidencial.

11h
Sede do centro histórico e endereço das principais casas de tango da cidade, o tradicional (e obrigatório) bairro San Telmo é a parada seguinte.

A partir da Plaza de Mayo, siga a pé pela calle Bolívar em direção ao sul. Passe pela feira da Plaza Dorrego, considerada a praça mais antiga da cidade e declarada Monumento Histórico Nacional. Aos domingos, o local abriga uma feira de artesanato e antiguidades.

Perca-se pelos antiquários da rua Defensa, entre as avenidas Independencia e San Juan, ou siga o simpático Paseo de las Historietas, roteiro com estátuas de personagens das histórias em quadrinhos produzidas nas últimas décadas, na Argentina.

12h30
O tradicional e italianíssimo bairro La Boca é boa opção para o pré-almoço (e ainda dá para conhecer outros símbolos portenhos).

Para ganhar tempo, embarque no Bus Turístico, ônibus panorâmico de dois andares, e desça na Parada 9, em plena Caminito, a rua de pedestres conhecida pelo colorido de suas casas.

Passe pelo Teatro de la Ribera com os murais de Quinquela Martín que recontam a vida naquela região portuária; a Fundación PROA, cujo acervo abriga obras artísticas do século 20; a Puente Transbordador, construção de ferro sobre o Riachuelo; e o estádio do Boca Juniors, mais conhecido como La Bombonera por conta de seu formato que se assemelha a uma caixa de bombons.

14h
O almoço na Argentina costuma ser tarde, por isso é hora de partir para Puerto Madero, na parada 11 do Bus Turístico. Este bairro jovem é o centro gastronômico e turístico de Buenos Aires, localizado em docas reformadas.

Um dos símbolos da região é a Puente de la Mujer, obra do espanhol Santiago Calatrava que se move para a passagem de embarcações. Aproveite para caminhar pela Costanera Sur, calçadão localizado às margens do rio da Prata, ou pela Reserva Ecológica, área verde com 350 hectares, em pleno centro de Buenos Aires.

17h
A parada 24 do Bus Turístico se localiza em um dos bairros mais elegantes de Buenos Aires: a Recoleta.

Conhecida pela arquitetura de estilo francês de suas construções e pela variedade de praças, a região abriga atrativos como o obrigatório Cementerio de la Recoleta, onde se encontra o mausoléu de Eva Perón; a Basílica Nuestra Señora del Pilar, erguida por arquitetos jesuítas, em 1732; e o Centro Cultural Recoleta, instalado no interior de um antigo convento de monges recoletos.

Para o café da tarde, experimente o La Biela, um dos bares mais antigos da cidade e que contava com clientes como Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares.

19h
O dia vai terminando e o visitante tem a impressão de que Buenos Aires ainda não se mostrou por completo. E ele tem razão.

Para finalizar, o vanguardista Palermo é o endereço das compras, dos bares descolados e dos restaurantes com menu gourmet.

Divida o tempo que ainda sobra entre Las Cañitas (ruas Baez e Matienzo), Palermo Soho (Malabia e Costa Rica) e Palermo Hollywood (Honduras e Fitz Roy).

Como se locomover ?

Metrô: Conhecido como “subte”, este é o meio mais rápido e fácil de locomover na agitada e congestionada capital argentina. O metrô portenho conta com seis linhas conectadas com as principais avenidas, estações de trem e ônibus. Em funcionamento de segunda a sábado das 5h às 22h30, e domingos das 8h às 22h, o serviço custa $3,50 (cerca de R$ 1).

flickr

Metrobus: Sistema integrado de ônibus articulados e tradicionais que circulam 24 horas por faixas exclusivas como a da avenida Juan B.Justo (que conecta o norte com o oeste da cidade); 9 de Julio, que cruza o Microcentro pela avenida 9 de Julio, de norte a sul; e o Metrobus Sur, entre o sul da cidade e a estação Constitución. O valor da passagem (a partir de $2,50) varia de acordo com a distância percorrida.

Táxis: Famosos por suas cores amarela e preta, os táxis da cidade podem ser tomados em diversos pontos, embora seja mais recomendado ligar para alguma das centrais de táxi. Infelizmente, não são poucos os relatos de turistas envolvidos em corridas alteradas pelos próprios motoristas ou devolução de troco com notas falsificadas. O mais recomendável ainda são os rádio táxis indicados por hotéis e hostels.

Remis: Esse serviço bastante popular em Buenos Aires é uma espécie de táxi com chofer que pode ser acionado a partir de centenas de empresas que atuam na cidade.

Bicicletas: Eco Bici é o sistema público de bicicletas de Buenos Aires. O serviço é gratuito e funciona de segunda a sexta das 8h às 20h, e aos sábados das 9h às 15h. O aluguel é de até uma hora e pode ser renovado em qualquer uma das estações da rede.

Buenos Aires Bus: Conhecido também como Bus Turístico, esse ônibus realiza dois percursos que incluem paradas em atrações de Buenos Aires como a avenida de Mayo, Congreso Nacional, Caminito, Recoleta e o Planetário. O sistema Hop On Hop com comentários em dez idiomas diferentes funciona das 8h40 às 19h (no verão) e das 9h às 17h20 (no inverno). Ingressos a partir de $161.50 (cerca de R$ 44).

Site oferece trabalho voluntário nas Maldivas

Conhecer novos lugares e ainda poder ajudar quem precisa pode ser uma experiência incrível de conhecer o mundo. E se o lugar em questão for as Maldivas?

viagem_catraca_livre_maldivas

O site One World365, especializado em turismo focado no trabalho voluntário, está com oportunidade de trabalho em diversas áreas nesta ilha paradisíaca em pleno oceano Índico.

Os programas duram de três semanas a um ano e custam a partir de £ 750 (R$ 2.900). Há oportunidades para dentistas, biólogos professores, engenheiros, entre outras profissões. O pacote inclui traslados, hospedagem, alimentação e assistência 24 horas.

Os pré-requisitos são ter mais de 18 anos, conhecimento intermediário de inglês, não ter antecedentes criminais e diploma de graduação.

Nômades Digitais: site te ajuda a jogar tudo pro alto e viver do que você gosta, onde desejar; saiba como

O objetivo é provar que é possível trabalhar viajando e viajar trabalhando

Seguir os seus sonhos, jogar tudo para o alto, trabalhar com o que quiser, de onde quiser. Essa é a proposta ousada do casal Emerson Viegas e Jaqueline Barbosa com o site Nômades Digitais.

Divulgação

Jaqueline Barbosa trabalhando por aí

Criadora também do Hypeness e doCasal sem Vergonha, dessa vez a dupla – que já havia mudado seu escritório e casa de São Paulo para Ilhabela – resolveu radicalizar e viajou o mundo para provar que na era da internet, é possível trabalhar de qualquer lugar.

A ideia é ajudar insatisfeitos de plantão a descobrir novas possibilidades e a criar coragem para abrir mão do certo, pelo duvidoso, a lembrar de sonhos antigos e acreditar que nunca é tarde para recomeçar.

No site é possível encontrar, aplicativos, artigos de psicanalistas, exemplos inspiradores, dicas de viagem e diversos textos para ajudar as pessoas a se livrarem das amarras do que eles chamam de “zona de conforto” e que muitas vezes nem é tão confortável assim.

A viagem do casal ao redor do mundo pode ser acompanha na web série, também publicada no site.

Conheça as praias de nudismo do Brasil

O site Skyscanner listou as oito praias naturistas oficiais no país

Santa Catarina abriga três das oito praias onde a prática do nudismo é liberada no Brasil. As outras ficam no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Paraíba.

Nelas os naturistas têm a chance única de se aproximar da natureza e se despir por inteiro, deixando de lado não apenas as roupas, mas também todos juízos de valor que permeiam a sociedade.

Sem moda, padrões de beleza e, principalmente, sem conotação sexual, os naturistas seguem um estilo de vida diferente, priorizando o respeito à natureza, bem como às pessoas ao redor. Prova disso é o fato de existirem regras e condutas bem específicas nestas praias, fazendo com o que a harmonia e o respeito sejam os principais fatores a comandar um belo dia de sol.

Divulgação/Portal Brasil Naturista

Outro detalhe importante é que as praias oficiais são registradas e filiadas à FBrN(Federação Brasileira de Naturismo), o que garante a seriedade e integridade destes lugares.

Vale lembrar ainda que o naturismo pode ser considerado uma filosofia de vida, com preceitos bem definidos. De acordo com a FBrN, “naturismo é um modo de vida em harmonia com a natureza, caracterizado pela prática da nudez social, que tem por intenção encorajar o auto respeito, o respeito pelo próximo e o cuidado com o meio ambiente”.

Mesmo com conceitos e regras bem definidas, nada impede que os não adeptos da filosofia frequentem as praias naturistas. Ao contrário, todos são convidados a tentar viver este estilo de vida.

O site Skyscanner, buscador de passagens aéreas, listou as oito praias naturistas oficiais no país. Confira abaixo:

 

PRAIA DO PINHO (CAMBORIÚ – SANTA CATARINA)

Divulgação/Portal Brasil Naturista

A mais tradicional entre as praias naturistas, é a primeira praia oficial do gênero no país. Por isso mesmo, é a mais conhecida entre os adeptos naturistas e os que pretendem conhecer este estilo de vida. Para receber a todos, sua infraestrutura é completa, com pousada, camping, bar à beira mar, banheiros e chuveiro.

 

GALHETA (FLORIANÓPOLIS – SANTA CATARINA)

 Edgley Cesar/Wikimedia Commons

Indicada para os mais tímidos, em Galheta o nudismo é opcional, sendo possível caminhar pela praia com roupas de banho. O acesso é feito por uma trilha de com quase 400 metros de extensão, a qual deve ser percorrida a pé. Fica ao lado da Praia do Mole.

 

PRAIA DE PEDRAS ALTAS (PALHOÇA – SANTA CATARINA)

 Divulgação/Portal Brasil Naturista

Seu público segue um estilo mais alternativo e, por isso, o clima de aldeia hippie toma conta do lugar. De mar calmo, suas águas são indicadas para banho e esportes aquáticos. Para chegar até lá, é preciso seguir pela BR-101 e enfrentar 6 km de estrada sem asfalto.

 

TAMBABA (CONDE – PARAÍBA)

Divulgação/Portal Brasil Naturista

Há cerca de uma hora da capital paraibana, Tambaba é a praia nudista que mais atrai estrangeiros. Tanto é que, em 2008, foi sede do 310º Congresso Internacional de Naturismo. Sua beleza natural é capaz de impressionar qualquer pessoa e, além disso, o lugar conta com boa infraestrutura, com pousada e restaurante à beira-mar.

 

MASSARANDUPIÓ (ENTRE RIOS – BAHIA)

Casal Naturista/Flickr

 

O cenário pintado por coqueiros que cercam a areia faz com que Massarandupió seja uma das praias naturistas mais bonitas do país. Com água quente e cristalina, colocando diferentes peixinhos à mostra, o lugar tem ainda pequenos riachos paralelos de água doce. Próximo à Praia do Forte, o acesso é feito por uma estrada de areia, com 7 quilômetros de extensão.

 

BARRA SECA (PONTAL DO IPIRANGA – ESPÍRITO SANTO)

Divulgação/Portal Brasil Naturista

Localizada exatamente no município de Pontal do Ipiranga, a 50 km de Linhares, sua paisagem é formada com a junção do mar com um rio que ali deságua. Para chegar até a praia, é preciso atravessar o rio de barco ou canoa. A travessia é organizada pela NatEs (associação naturista do Estado). Entre praia, rio e dunas, formam-se pequenas piscinas naturais.

 

PRAIA DO ABRICÓ (RIO DE JANEIRO – RJ)

 Mar legal Turismo Nautico/Flickr

 

Única praia nudista dentro de um centro urbano no país, Abricó fica na região da Reserva de Grumari, ao lado da Prainha. É uma das mais democráticas, pois aceita a entrada de solteiros, o que não acontece em outras praias que permitem apenas o acesso a casais.

 

OLHO DE BOI (BÚZIOS – RIO DE JANEIRO)

Divulgação/Skyscanner

Com aspecto selvagem, esta praia é totalmente deserta, sem a presença de estabelecimentos comerciais. Quem pretende passar o dia por lá deve se precaver com sua própria comida e bebida. Bem pequena, com no máximo 100 metros de extensão, o acesso é feito por uma trilha de 600 metros, que inclui a passagem por um morro.

Estas são as praias oficiais, onde o nudismo é liberado. Para curtir essas paisagens e não fazer feio, confira o código de ética e outras informações no site Federação Brasileira de Naturismo.

Cinco destinos imperdíveis onde é possível gastar menos de US$ 30 por dia

Viajar é sempre bom! E poder conhecer lugares fantásticos gastando pouco dinheiro é melhor ainda.  Já se foi o tempo que conhecer outros países era sinônimo de luxo.

Hoje é possível viajar para Europa, Ásia e América Central sem precisar ter uma conta bancário gorda.

O site Nomadic Matt listou cinco destinos imperdíveis onde é possível gastar menos de US$ 30 por dia. Confira abaixo e faça às malas.

 

1 – TAILÂNDIA

kallerna/Wikimedia Commons

Barqueiros a espera de turistas em Poda Island, na província de Krabi

Não é propriamente um segredo que a Tailândia é um país maravilhoso e com muitos locais por visitar. Ainda assim, o elevado número de turistas não fez os preços aumentar muito. Gaste US$ 30 dólares por dia usando “guesthouses” em vez de hotéis, comida local, nas ruas, ao invés de restaurantes e prefira os transportes públicos.  As paisagens e experiências, com certeza valem cada centavo.

 

2 – BALI

Cloudenterprise.info

Templo de Ulun Danu Beratan, em Bali

Bali consegue ser ainda mais barato que a Tailândia e mesmo no sul, a zona mais turística da ilha, é possível pagar US$ 4 (R$ 9,40) por uma refeição. Se estiver disposto a correr a ilha e suas incríveis paisagens, é possível esbarrar em verdadeiros achados.

 

3 – GRÉCIA

www.GdeFon.com

Anoitecer na ilha de Santorini, uma das mais belas da Grécia

Há muitas razões pra visitar a Grécia, mas se está procurando qualquer coisa barata na Europa, este país tem provavelmente a melhor relação qualidade/preço. Já era um dos mais baratos da Europa, agora, depois da bancarrota, ficou ainda mais fácil viajar por lá.

 

4 – PAÍSES DA AMÉRICA CENTRAL

Epiovesan/Wikimedia Commons

Lago Atitlán, que fica dentro de uma cratera de vulcão, é uma das belezas naturais da Guatemala

Aqui o leque de opções é maior: não só um país, mas vários. Excluímos Belize, Costa Rica e Panamá, um pouco mais caros. Em El Salvador, Honduras, Nicarágua ou na Guatemala é possível encontrar hotéis a cerca de US$ 10 (R$ 23,40) a diária, com refeições a três e cervejas a menos de US$ 1! Fica até difícil gastar mais de US$ 30 por dia.

 

5 – BUDAPESTE (HUNGRIA)

Andrevruas/Wikimedia Commins

Bem mais acessível que outras capitais vizinhas, como Praga e Viena, em Budapeste (Hungria), você consegue almoçar ou jantar por US$ 2 (R$ 4,70) nos mercados de rua ou nas lojas de kebabs que fazem vibrar a cidade. É possível encontrar hospedagem por US$ 8 (R$ 18,70).

13 patrimônios da humanidade que impressionam por sua beleza e grandiosidade

O mundo está repleto de lugares incríveis com importância histórica fascinante. São lugares com características únicas de edificação e  ambientes simplesmente magníficos. E com o objetivo de conservar e reconhecer o mérito desses recantos a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) define como Patrimônio Mundial da Humanidade, a partir da sua importância cultural ou física  consideradas “especiais” para o mundo.

O programa cataloga, nomeia e conserva locais de importância cultural ou natural excepcional para o patrimônio comum da humanidade. No Brasil, são 17 os patrimônios mundiais reconhecidos pela Unesco.

O Minube, rede social de viajantes, reuniu parte desses patrimônios pelo mundo na lista Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. Confira abaixo alguns lugares que ajudarão a inspirar sua próxima viagem.

 

PARQUE NACIONAL PERITO MORENO (ARGENTINA)

Marian Pardo/Minube

Grupo caminha pelo Parque Nacional Perito Moreno

Os vales são habitáveis, mesmo com o clima bastante repulsivo. A temperatura raramente ultrapassa os 15ºC e no inverno chega a -30º C. O nome do parque é uma homenagem ao explorador Francisco Pascasio Moreno, mais conhecido como Perito Moreno.

 

ESTÁTUA DA LIBERDADE (EUA)

Florencia/Minube

A estátua da Liberdade foi um presente da França aos Estados Unidos

O nome oficial do monumento é “A Liberdade Iluminando o Mundo”. A estátua foi um presente da França para os Estados Unidos em comemoração aos 100 anos da Independência do país.

 

FERNANDO DE NORONHA (BRASIL)

Confrario Bax/Minube

O morro dos Dois Irmãos, um dos cartões-postais de Fernando de Noronha (PE)

O morro dos Dois Irmãos é o símbolo da ilha. Essas formações rochosas, localizada na baía de Sancho, recebem esse nome por serem bastante similares.

(GRANDES PIRÂMIDES DO EGITO)

Laura Medina/Minube

As Grandes Pirâmides do Egito –Gizé, Quéops e Quéfren

As Grandes Pirâmides são uma lenda real do mundo moderno. O complexo das Pirâmides de Gizé consiste no conjunto de edificações construídas no Egito Antigo –Gizé, Quéops e Quéfren. A Grande Esfinge encontra-se no lado leste do complexo.

PÁTIOS DE CÓRDOBA (ESPANHA)

Diego Gutierrez Serrano/Minube

Vasos pendurados na parede são o cartão-postal de Córdoba

A maioria das cidades andaluzas mantêm o costume de decorar seus terraços e pátios particulares com vasos e floreiras penduradas na  parede. Tanto que essa prática é passada de geração a geração e que integra, sem dúvidas, o perfil cultural da cidade.

 

CATARATAS DO IGUAÇU  (BRASIL)

Nikilonga/Minube

O Parque Nacional do Iguaçu, criado em 1939, abriga o maior remanescente de Mata Atlântica do sul do Brasil

As cataratas são um conjunto de aproximadamente 275 quedas de água que ficam entre o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná,  e o Parque Nacional Iguazú, em Misiones, na Argentina. É um dos lugares mais belos do mundo.

 

GRANDE MURALHA DA CHINA

The Backpack Traveller/Minube

Com 7.300 quilômetros de comprimento, a Muralha da China pode ser vista a olho un do espaço

A Grande Muralha da China cruza boa parte do norte do país. Com 7.300 quilômetros de comprimento, ela pode ser vista a olho un do espaço. Sua construção começou no século 3 antes de Cristo, quando o primeiro imperador da China mandou unir as muralhas dos antigos reinos, e durou aproximadamente dois milênios para se concluída.

QUEBRADA DE HUMAHUACA (ARGENTINA)

Carolina Cabana/Minube

Quebrada de Humahuaca fica um vale estreito e montanhoso e fica próximo à fronteira com a Bolívia

É um vale localizado na província de Jujuy, a 1.500km de Buenos Aires. Fica numa região mítica para os nativos e é um lugar de extremo atrativo para os aventureiros.

 

ÓPERA DE SIDNEY (AUSTRÁLIA)

Denis/Minube

O projeto da Ópera de Sidney é do arquiteto dinamarquês Jørn Utzon

É um dos principais pontos turísticos da Austrália. O arquiteto responsável, o dinamarquês Jørn Utzon, ganhou um concurso internacional pelo projeto da Ópera de Sydney, em 1957, aos 38 anos.

 

CAVERNA DE MANJANG (COREIA DO SUL)

Arantxa Dominguez/Minube

A caverna de Manjang abriga um dos mais extensos tubos de lava do mundo com mais de 13.000 m

A montanha a leste da ilha de Jeju foi formada por um vulcão submarino há 50 milhões de anos. Recentemente, a Unesco classificou a ilha como Patrimônio Natural Mundial juntamente com o Monte Mt.  Halla e mais de 120 tubos de lava.

A maior atração da ilha é a Caverna de Manjang, um dos mais extensos tubos de lava do mundo com mais de 13.000 m de projeção horizontal, cerca de 800 m são abertos ao turismo.

PAISAGEM RUPESTRE DO GOBUSTÃO (AZERBAIJÃO)

Eva Palomares/Minube

A 65 quilômetros de Baku, capital do Azerbaijão, o Parque Nacional do Gobustão reserva surpresas a seus turistas. Por mais estranho que pareça, você pode se banhar dentro de uma erupção vulcânica. O parque tem mais de 300 dos cerca de 700 vulcões de lama do planeta, muito buscados pelos efeitos medicinais do barro. Também é possível ver gravuras e vestígios que do período paleolítico à Idade Média.

FORTE VERMELHO (ÍNDIA)

Carlos Grande/Minube

O Forte Vermelho, também conhecido como o Forte de Agra, foi erguido em 1565

A praça, também conhecida como Place Royale, é uma das mais belas praças de Bordeaux. Seus edifícios circundantes são vistos como um exemplo perfeito da arquitetura de Bordeaux no final do século 18.

PRAÇA DE LA BOURSE (FRANÇA)

 

Carlos Peñalver/Minube

A praça foi originalmente construída como uma praça real, dedicada ao rei francês Luiz 15

A praça, também conhecida como Place Royale, é uma das mais belas de Bordeaux. Seus edifícios circundantes são vistos como um exemplo perfeito da arquitetura de Bordeaux no final do século 18.

Outlets em New York: Woodbury Commom Premium Outlet

woodburycommonwoodburycommon

Compras em Nova York estão entre as atividades mais desejadas por Brasileiros que planejam vir aos Estados Unidos e os Outlets tem virado a grande atração por causa dos preços baixos e dolár razoável. O primeiro detalhe a ser esclarecido é que não existem Outlets em Manhattan. Mas não entre em desespero… 50 minutinhos de Times Square (ou seria de Port Authority) e você estará no Woodbury Commom Premium Outlet®  e neste post eu conto mais detalhes da minha última visita.

A rede Premium Outlets nos Estados Unidos já é nossa velha conhecida por aqui porque eu já fiz outros posts aqui falando deles em OrlandoMiami Las Vegas e em Washington DC . Estava passando da hora de falar dos Outlets de Nova York e o primeiro da lista é o Woodbury Commom Premium Outlet® que eu fui conhecer recentemente e é um dos maiores outlets da rede com mais de 220 lojas.

Pra vocês saberem como foi meu itinerário por lá, eu cheguei no outlet de ônibus, vindo de Manhattan. Fiquei saracoteando pelas lojas a tarde toda(é trabalho viu, tinha que checar tudinho pra contar pra vocês), passei uma noite no Hotel Hampton Inn que fica bem pertinho do Outlet e tem shuttle o dia todo pra ir e voltar, aproveitei a manhã seguinte no outlet e voltei a tarde pra Manhattan usando um serviço de táxi particular. Dá pra ir cedinho e voltar no mesmo dia, mas muita gente tem optado por ficar hospedada por lá, pra fazer as compras com mais calma. Todos esses detalhes práticos eu conto no fim do post, porque agora vamos falar dos detalhes do outlet.

A primeira coisa que eu faço quando chego em um Outlet(ou mesmo shopping aqui nos Estados Unidos) é ir aoInformation Center. Lá é onde as lojas deixam os cupons de promoção que tiverem e no caso dos Outlets é onde você pode pegar/comprar seu livro de cupons e também um mapinha do local. O Information Center do Woodbury Common fica numa torre facílima de identificar e é um ótimo ponto de encontro se você estiver com mais gente.

 

woodburycommon

Centro de Informações Woodbury Common Premium Outlets®

 

O outlet segue o padrão de lojas abertas para uma área livre, não um shopping fechado e está divido em 4 áreas distintas chamadas Courts: Red Apple Court, Blue Bird Court, Evergreen Court e Grapevine Court.

Que Lojas eu encontro neste outlet?

A Grapevine Court que fica a esquerda da torre do Information Center é onde ficam as lojas de Designers que é uma das grandes sacadas deste outlet… nele tem lojas de marcas que não se encontram em nenhum outro outlet e é possível comprar peças com descontos maravilhosos da Armani, Balenciaga, BCBG,  Chloé, Carolina Herrera, Diane Von Furstenberg, Dior, Dolce & Gabana, Fendi, Roberto Cavalli, Prada, Oscar de La Renta, Yves Saint Laurent e mais outros nomes que você escuta nas passarelas ou nos tapetes vermelhos na TV.

outlet_lojas

outlet_lojas

 

Mas não pense que eles esqueceram das lojas de outlets tradicionais… estão todas aqui também: Ralph Lauren, Coach, Aeropostale, Nike, Adidas, Levi’s, Lacoste, Tommy Hillfiger, Banana Republic, Ugg. Para ver a lista completa das lojas, clique aqui.

Um detalhe que eu notei neste outlet é que muitas das lojas são maiores que nos outros e que sendo assim a coleção e opções de compras são bem maiores. A loja da Michael Kors, uma das queridinhas dos brasileiros, é enorme! Eu adorei as cores da nova coleção e me apaixonei por esses vestidos camisas.

 

outlet_MK

outlet_MK

 

Pra quem quer comprar malas legais, tem loja da Kipling, Samsonite, da Luggage Factory e também da Tumi.

No setor beleza, além de encontrar produtos na Saks 5th ave, lojas especializadas da Bare Scentuals, Lancome, The Cosmetics Company Store que tem várias marcas, Elizabeth Arden e L’Occitane.

 

Para as crianças a maior parte das lojas tradicionais podem ser encontradas por aqui, perfeito para quem vem aNova York pra fazer o Enxoval de BebêCarter’s, The Children’s Place Outle, Disney Store Outlet  Gap Outlet, Gymboree Outlet, OshKosh B’gosh, Tommy Hilfiger | Kids , Nautica Kids e Polo Ralph Lauren Kids. Além das lojas de sapatos Stride Rite e um outlet que é raro, pra quem quer comprar brinquedos da Toys R’s Us.

 

SERVIÇOS:

Armários / Lockers : Há armários disponíveis ao lado do Information Center (Centro de Informações)

Estacionamento: O estacionamento é Gratuito.

Carrinhos pra crianças: Pra quem vem fazer compras com as crianças é possível alugar carrinhos pra levá-las pelo outlet. E há também um parquinho perfeito pra levar as crianças pra brincarem quando elas se cansarem de compras.

 

Outlet_criancas

Outlet_criancas

 

Praça de Alimentação: A praça de alimentação do outlet tem diversos serviços de fast food: Au bon Pain, Mc Donald’s, Starbucks Coffee, Subway, Haagen Dazs. O outlet tem dois restaurantes: Applebee’s e também o Positano Grill um italiano bem gostosinho que foi onde eu jantei. A entrada é por dentro da praça de alimentação e tem vários pratos italianos deliciosos.

 

positanogrill

positanogrill

 

INFORMAÇÕES ÚTEIS

ANTES DE IR:

  • Inscreva-se pelo site no VIP Club para ganhar o seu livro de descontos.
  • Dê uma olhada no mapa e escolha as lojas que você quer visitar.
  •  Na chegada, passe no Information Center pra pegar os cupons  e também pra ficar sabendo das lojas em promoção.

COMO CHEGAR:

Eu fui de Ônibus e voltei num carro de transporte contratado. A experiência foi tranquila tanto na ida quanto na volta. O diferencial é o conforto e o preço. :)

Transporte Particular – Há diversos serviços de táxis e carros particulares que fazem o translado para o Woodbury Common Premium Outlets® . Muitos deles fazem só a volta, então você pode optar pelo ônibus pra ir e usa o táxi pra voltar com as bolsas… se estiver em mais de 4 pessoas, este é o transporte ideal e fica praticamente o mesmo preço. Usei os serviços do Woodbury Taxi Limo e o Dima foi me contando que os brasileiros estão entre seus maiores clientes e ele até anda arranhando umas palavras em português. Os preços dele:

De qualquer hotel de Nova York ida e volta para o Woodbury Common Premium Outlets –  US$250 para até 6 pessoas.

Ida ou volta para um dos aeroportos (para até 6 pessoas):

JFK – $150  por viagem
Newark – $130 por viagem
LGA – $140 por viagem

Ônibus – Os onibus da Shortline Bus para o Outlet saem regularmente do terminal de onibus da Port Authority na 42st e 8th Ave. No segundo andar tem um guichê onde você compra os tickets e o ônibus saiu do terceiro andar da baia 310. Ele sai diariamente as 7:15, 8:30, 9:30, 10:00, 11:30, 12:14 e 14:45 e volta do outlet 3:36, 4:10, 4:45, 5:21, 5:45, 6:15, 6:58, 8:16, 9:26. O ticket custa US$42.00 para adultos e US$21.00 para crianças.

 

transporteonibus_outlet

ônibus para o outlet

 

Carro – Você pode alugar um carro em Manhattan e dirigir até o outlet, mas se não for viajar para outros lugares com o carro é uma das opções que eu menos recomendo, já que o trânsito em Manhattan costuma ser bem chatinho e achar lugar pra estacionar é sempre um problema.

ONDE SE HOSPEDAR:

Como disse no início desse post, eu resolvi ficar uma noite por lá, pra poder aproveitar mais e testar o serviço do hotel de e para o outlet. O ideal é que você coloque este dia como primeiro ou último na sua viagem, pra não ter que ficar indo e voltando a Manhattan, arrumando e desarrumando mala e nem preciso dizer que uma noite de hotel aqui sai bem mais barato que em Manhattan não é mesmo?

Fiquei hospedada no Hampton Inn Woodbury que farei um post bem detalhado contando sobre ele e encontrei lá várias famílias de brasileiros que também optaram por ficar mais tempo por lá pra fazer as compras com calma. O Hampton Inn é o hotel mais próximo do outlet e como abriu recentemente, os quartos e dependências do hotel estão novinhos. Ele fica bem pertinho do outlet, coisa de 5 minutos e tem um shuttle que leva e traz o dia inteiro.

 

WEBSITE: Woodbury Common Premium Outlets

ENDEREÇO: 498 Red Apple Court Central Valley, NY 10917

 

E atenção!!!! Estamos sorteando 4 noites em hotel de luxo em Nova York e mais um gift card de US$500.00 do Woodbury Common Premium Outlets® e outros presentinhos.  Clique aqui para ver como participar!!!!