Conheça a Austrália que não está nos folhetos turísticos

Austrália
texto e fotos: Eduardo Vessoni

Mesmo quem nunca colocou os pés nestas antigas terras aborígenes de geografia exibida  já conhece o roteiro.

Praias de ondas perfeitas que atraem surfistas de todas as partes, mares que convidam para mergulhos na mais famosa das barreiras de corais do planeta e vida noturna agitada em Sydney capaz de cansar até o mais baladeiro dos viajantes.

Mas este país-continente da Oceania, um território isolado do outro lado mundo com quase 8 milhões de km² e dono de 10 mil praias que se estendem por 50 mil km de costa, surpreende com experiências que (para a sorte de viajantes) nem sempre são destaques em folhetos turísticos.

Noites (bem) dormidas dentro de um zoológico, escaladas sobre a ponte mais famosa do país, esculturas rochosas que parecem brotar de dunas douradas na costa do Índico e até uma impactante viagem de trem de costa a costa são algumas das opções para viajantes que buscam experiências inusitadas em terras conhecidas.

O país parece mesmo disposto a surpreender a qualquer custo e não economiza na hora de oferecer atrações turísticas com diferentes níveis de adrenalina.

Conheça a seleção de passeios preparada pelo Viagem em Pauta:

Escalar o maior ícone de Sydney
Sydney Harbour Bridge é a ponte mais famosa da Austrália e serve de cenário para uma das experiências mais radicais na cidade.

Sua estrutura arqueada de aço se transforma em trilha para visitantes de espírito aventureiro que, em até 3 horas de escalada pelos mais de 1300 degraus, chegam ao seu topo, a 134 metros sobre o porto da cidade.

Austrália

Bridge Climb, uma das atividades de aventura sobre a Sydney Harbour Bridge (foto: Eduardo Vessoni)

Austrália

Bridge Climb, uma das atividades de aventura sobre a Sydney Harbour Bridge (foto: Eduardo Vessoni)

Do alto, outros cartões-postais da cidade se exibem sob os pés dos aventureiros como o teatro Opera House, o bairro The Rocks e, em dias de céu claro, o oceano Pacífico. A aventura já foi provada por celebridades como Bill Gates e Oprah Winfrey, e pode ser feita por visitantes sem nenhuma experiência no assunto.

Sydney não poderia preparar melhor recepção para quem chega ao destino. Saiba mais:www.bridgeclimb.com

Dormir dentro de um zoológico
Para os menos arrojados, o outro lado da baia de Sydney guarda mais uma experiência de tirar o fôlego.

Taronga Zoo, zoológico com mais de 2500 animais em exposição, oferece uma atividade única para quem não se contenta apenas com a observação de animais endêmicos da Austrália como cangurus, ornitorrincos, coalas e o Demônio da Tasmânia.

Austrália

Noite no Taronga Zoo, zoológico de Sydney (foto: Eduardo Vessoni)

Austrália

Visitantes alimentam animais do Taronga Zoo, zoológico de Sydney (foto: Eduardo Vessoni)

Roar & Snore é um programa em que o visitante passa a noite dentro do zoológico em tendas de luxo.

O roteiro começa no final da tarde, quando todos os visitantes regulares já deixaram o local. Os hóspedes são recepcionados com um coquetel com queijos, vinho e champanhe, e logo são encaminhados a suas tendas, onde se tem uma das vistas mais exclusivas do porto de Sydney.

O momento mais esperado é o passeio pelo zoológico acompanhado de um guia local que leva os aventureiros para conhecer as jaulas de animais de hábitos noturnos.

No dia seguinte, café da manhã no deck localizado entre as tendas, de onde é possível ver Sydney começar a apagar a suas luzes, uma visita aos bastidores do zoológico e alimentação de animais encabeçadas pelo próprio hóspede. Saiba mais: www.taronga.org.au

Caminhar sobre montanhas azuladas
Em um país onde barreiras de corais e esportes náuticos são as atrações mais populares, fazer caminhadas em trilhas que cruzam vales e florestas é experiência obrigatória para quem busca outras opções de aventura.

Localizada a pouco mais de 120 km de Sydney, a região de Blue Mountains abriga um cenário selvagem, declarado pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, onde o trekking é a atividade mais popular.

Austrália

Leura Forest, floresta na região de Blue Mountains, a duas horas de Sydney (foto: Eduardo Vessoni)

Austrália

Trilha sobre a Three Sisters, um dos ícones naturais de Blue Mountains, a duas horas de Sydney (foto: Eduardo Vessoni)

São mais de 300 trilhas com diferentes níveis de dificuldade que cruzam cânions, penhascos, cachoeiras, florestas fechadas e exigentes escadarias do século 19 remanescentes da época em que Blue Mountains abrigava minas de carvão.

A cidade de Katoomba, a duas horas de trem de Sydney, é o ponto de partida. É neste destino situado sobre um platô que os visitantes começam as diversas caminhadas que dão acesso a sua base.

Caminhar entre o Jamison Valley e suas florestas de visual cenográfico, como a impressionante Leura Forest, é uma das experiências selvagens mais impactantes em uma região tão próxima à cosmopolita Sydney.

Um dos destaques é o Scenic World, um complexo de entretenimento localizado no interior do Jamison Valley que conta com bondinhos com chão transparente que viajam sobre a floresta a 720 metros de altura; e um trenzinho que desce por uma antiga estrada de ferro da época da exploração de minais, considerada a mais íngreme do mundo, além de passarelas circulares de madeira por florestas são opções para quem não quiser encarar nenhuma das 300 trilhas demarcadas da região.

Austrália

Scenic World, na região de Blue Mountains, a duas horas de Sydney (foto: Eduardo Vessoni)

A plataforma turística Echo Point, a atração mais popular do destino, tem visual privilegiado do ícone local, uma sequência de três montanhas conhecida como ‘Three Sisters’ e oferece acesso para as trilhas locais.

Destaques para a breve caminhada até uma ponte de madeira que leva a um mirante localizado dentro da primeira ‘irmã’ e a imperdível Giant Stairway, uma descida por uma escadaria de 900 degraus que termina no interior do Jamison Valley, a 300 metros de profundidade.

Conheça a região: www.visitbluemountains.com.au

Caminhar no fundo do mar
Se as águas, exageradamente, azuis  de Perth dão o tom da viagem na costa ocidental da Austrália, é no norte do estado de Western Australia que o visitante se convence de que nem só de praia e areia fina se faz turismo no país.

Localizado a 250 km do centro da cidade, o Nambung National Park abriga o Pinnacles Desert, picos rochosos de pedra calcária fincados sobre dunas de areia.

Austrália

Pinnacles Desert, na Austrália Ocidental (foto: Eduardo Vessoni)

O que se acredita ter sido o fundo do mar, há milhões de anos, é uma impressionante sequência de rochas calcárias formadas com conchas que foram moldadas pela ação insistente dos ventos e da água das chuvas.

De longe, aquele mar de areia recortado por esculturas naturais com mais de três metros de altura fascinam os que chegam por ali no amanhecer ou no final de tarde, quando o sol garante uma tonalidade amarelada única. Na entrada do parque, uma pequena galeria com fotos e painéis informativos recepcionam os forasteiros, antes do visitante começar o circuito por caminhos delimitados que cruzam essas esculturas naturais.

Austrália

Pinnacles Desert, na Austrália Ocidental (foto: Eduardo Vessoni)

Esse cenário digno de uma obra de ficção científica fica a 245 km de Perth e pode ser visitado em um mesmo dia. Distante e com poucas opções de transporte público, a região pode ser visitada com a companhia de uma pequena agência que oferece tours privativos em carros 4×4 operados pela WA Tours. O tour de um dia inclui ainda paradas em praias quase desertas de Lancelin e Thrist Point, em Cervantes.

Visitar a ilha onde carros não entram
Calmas e convidativas, as praias do Índico são motivos suficientes para deixar de lado qualquer detalhe histórico e seguir para o mar.

A próxima parada é na impressionante Rottnest Island, ilha a 30 minutos de barco de Fremantle ou a uma hora a partir de Perth.

Austrália

Rottnest Island, ilha próximo a Perth (foto: Eduardo Vessoni)

Nesse pequeno pedaço de terra com apenas onze quilômetros de comprimento carros não têm vez e as bicicletas são a melhor opção para conhecer algumas (ou todas) as 63 praias com águas cristalinas e tons turquesas que formam piscinas naturais que paralisam visitantes diante daquele cenário único.

A ilha é uma sequência de colinas recortadas por curvas, ladeiras e descidas que servem de desafio (e estímulo) para os visitantes amantes do ciclismo. Esse antigo território que um dia fora residência dos primeiros colonos britânicos do oeste australiano e penitenciária aborígene conta com mais de 1300 bicicletas para aluguel e trilhas com extensão que varia de quatro a 22 km.

Austrália

Rottnest Island, ilha próximo a Perth (foto: Eduardo Vessoni)

A estrutura de Rotto, como a ilha também é conhecida, permite passeios de um dia ou permanência nos simpáticos hotéis locais. Saiba mais: www.rottnestisland.com

Viajar de trem, do Índico ao Pacífico
Em um país de dimensões exageradas, longos deslocamentos terrestres são experiências em que a própria estrada se torna protagonista.

Desde os anos 70, a viagem de trem a bordo do Indian Pacific, entre as costas leste e oeste, é um clássico australiano que já transportou mais de 3 milhões de passageiros. A travessia de quatro dias começa em Perth, no Índico, e só termina 4352 km depois, em Sydney, do outro lado do país.

Austrália

Trem Indian Pacific (foto: Eduardo Vessoni)

Austrália

Trem Indian Pacific (foto: Eduardo Vessoni)

A passagem pela paisagem selvagem do Nullarbor Plain, uma região árida de 200 milhões de km², e o cenário serrano de Blue Mountains, próximo a Sydney, fazem da longa viagem pelo sul da Austrália uma janela com vista exclusiva para o interior do país.

O trem realiza também paradas para a realização de tours turísticos breves em cidades como Adelaide, Broken Hill e a distante Cook, um povoado com apenas cinco habitantes (sim, apenas cinco almas) que fica na metade do caminho.  Saiba mais: www.greatsouthernrail.com.au

Turismo oficial da Austrália
www.australia.com

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s