Os 10 melhores museus gratuitos da Europa

O jornal “The Guardian” listou os dez melhores museus gratuitos da Europa que valem a pena ser visitados

A maioria dos museus da Europa cobra taxa de entrada. Mas muitos deles têm dias específicos em que a entrada é gratuita, o que pode ser uma alternativa para quem viaja com o orçamento apertado.

Alguns reservam o primeiro domingo do mês para abrirem suas portas aos visitantes sem cobrarem ingressos. Já outros, a visitação é livre todos os dias da semana.

O jornal britânico “The Guardian” listou os dez melhores museus gratuitos da Europa que valem a pena ser visitados.

Na lista estão renomados museus como o de Arte Moderna de Paris, e o Berardo, em Lisboa, que, segundo a publicação britânica, “são tão impressionantes e completos como os seus equivalentes bem mais caros”.

 

MUSEU DE ARTE MODERNA DE PARIS

Marie Houps/Fotopedia
O museu francês tem mais de 9.000 trabalhos de todos os principais movimentos artísticos do século 20. Em 2010, cinco obras-primas de Picasso, Matisse, Braque, Modigliani e Legre foram roubadas do museu e nunca encontradas, porém as obras remanescentes valem a visita.

Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h. Fechado às segundas-feiras e feriados locais.

 

ARQUIVO DE AMSTERDÃ

iamsterdam.com
O museu holandês fica em um antigo e imponente prédio que originalmente era um banco de investimentos. A exposição “Os Tesouros de Amsterdã” é uma coleção de artefatos que ajudam a contar a história da cidade.

Aberto de terça a sexta, das 10h às 17h; sábados e domingos, das 12h às 17h.

 

MEMORIAL DO MURO DE BERLIM

Peter Fechter/Flickr
Enquanto o fantasma do Muro de Berlim, na Alemanha, continua em volta da cidade, este memorial e museu é um lugar fantástico para aprender sobre o muro que dividiu a capital alemã. O local abriga uma parte original do muro, que dá ao visitante uma impressão realista do espaço morto que antes ele ocupava.

Exposições ao ar livre e jardins do Memorial funcionam de segunda a domingo, das 8h às 22h. Já o centro de visitas funciona de terça à domingo, das 9h30 às 19h (entre  novembro a março, das 9h30 às 18h).

MUSEU NACIONAL DA DINAMARCA

Divulgação
Traçando a história dos dinamarqueses desde os tempos pré-históricos, o museu, que fica em Copenhague, tem uma coleção muito orgulhosa e abrangente. A exposição “Histórias da Dinamarca” ilustra com milhares de objetos do dia a dia como a vida mudou no país desde 1660.

É uma ótima atração para famílias, com uma seção inteira dedicada às crianças, onde elas podem experimentar roupas de época e fingir serem vikings.

Aberto de terça a domingo, das 10h às 17h.

 

MUSEU BERARDO

Dirk Olbertz/Flickr
O museu, que fica em Lisboa, abriu sua coleção de arte moderna e contemporânea em 2007. O espaço é repleto de trabalhos vibrantes dos mais famosos artistas pop, como Warhol, Pollock e Lichtenstein. O espaço também traz obras de grandes artistas como Picasso, Baco e Dali.

Aberto de terça a domingo, das 10h às 19h.

 

MUSEU DE BELAS ARTES

Divulgação
O museu está instalado dentro de uma antiga mansão, na cidade de Nice, que foi a residência de uma princesa ucraniana. Uma vez transposto os antigos portões de aço e os elegantes jardins, o visitante vai encontrar coleções de arte que abrangem o realismo, romantismo e o simbolismo, com trabalhos desde Monet até Rodin.

Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h.

 

MUSEU DO PRADO

losmininos/Flickr
O Prado, uma das mais famosas atrações de Madri, tem a entrada gratuita todo o fim de tarde. É aconselhado que o visitante vá mais de um dia ao museu, já que o grande número de esculturas neoclássicas merecem um olhar mais aprofundado. Entre as obras mais famosas está “A Anunciação”, de Fra Angelico, feita no século 15.

Aberto de segunda a sábado, das 8h às 18h; domingos e feriados, das 7h às 17h.

 

MUSEU FLORENCE NIGHTINGALE

dyakimec/Panoramio
Este não é o museu mais fácil de se visitar em Istambul, na Turquia, já que o turista tem que marcar um horário 48 horas antes. Porém todo o esforço é recompensado para todos que são fascinados pela Guerra da Crimeia e a história da enfermeira Florence Nightingale e sua equipe, que desenvolveu muitas técnicas de enfermagem e salvou milhares de vidas.

Para marcar a visita, envie um fax para o museu com a data e hora da visita, além de uma cópia do seu passaporte para: +90 216 553 1009 ou +90 216 310 7929.

 

MUSEU HISTÓRICO DA LIBERAÇÃO

Divulgação
Durante a Segunda Guerra Mundial, este prédio em Roma, na Itália, foi invadido pelas forças de segurança alemãs, que o usaram como quartel-general e prisão para muitos civis. Antes um infame local de terror, o prédio agora é o Museu Histórico da Liberação, onde as salas que um dia foram celas para prisioneiros políticos são dedicadas à memória daqueles que ali foram detidos um dia.

Aberto de terça a domingo, das 9h30 às 12h30; terças, quintas e sextas, das 15h30 às 19h30.

 

MUSEU DA FOTOGRAFIA

smallestbones/Flickr
O museu de Reykjavik, na Islândia, tem uma coleção de cerca de 5 milhões de fotos, datadas desde 1870. A coleção também inclui objetos relacionados à fotografia artística bem como a fotógrafos islandeses contemporâneos.

Aberto de segunda a quinta, das 12h às 19h; sextas, das 12h às 20h; fins de semana, das 13h às 17h.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s